terça-feira, 15 de novembro de 2016

A solidão que me abraça



Com os braços prontos pra me acolher, a solidão me abraçou, disse que ali não era o meu lugar mas que ia me dar casa por um tempo. Então conversamos, sobre os meus medos, sobre minhas tristezas - um pouco idiotas, confesso- eu sabia que ela tinha muito mais coisa pra chorar porém, ela me disse tanta coisa. Disse que não era pra me sentir mal por ela, e que ela também tem quem a acolha e a escute chorar. Ela penteou meu cabelo, me vestiu o vestido mais colorido, e falou com a voz mais terna ''Vai, você já chorou demais. Agora amadurece, é pra isso que serve a tristeza, te faz crescer por dentro, você tem muita coisa pra viver. Não se prende a mim! É que eu machuco as vezes.'' 
E então entendi, que a solidão se sentia mal por ser o mal de muita gente. 

Por Daniella Alessandra, 15/11/2016